Dr. José Hudson Lamego da Silva CRM 20.904 | RQE 12.243

Ferimentos por água-viva crescem no verão.

Ferimentos por água-viva crescem no verão.

Ferimentos por água-viva crescem no verão.

Ferimentos por água-viva crescem no verão.

O verão, aliado as altas temperaturas e a mudanças na direção dos ventos, pode resultar em um aumento no número de acidentes entre banhistas e águas-vivas nas praias.

A época do verão também coincide com a da reprodução das águas-vivas, que são animais marinhos que possuem nematocistos nos tentáculos, com substâncias urticantes, que, em contato com a pele, provocam queimadura.

É importante ficar atento e evitar tomar banho nas áreas das praias com maior incidência de algas marinhas, que impedem que você veja as águas-vivas.

Em caso de contato com a pele:

  • Retirar os tentáculos com pinça ou palito de picolé
  • Aplicar vinagre
  • Colocar água quente no local
  • Aplicar compressas de água fria 
  • Evitar coçar e colocar a mão
  • Em caso de dor intensa procure um posto de saúde mais próximo.

Vinagre virou item de kit praia
Nem só de filtro solar e óculos escuros se faz um verão. Agora, levar vinagre é fundamental para aproveitar um dia de sol na praia sem maiores percalços. A medida já é uma recomendação dos guardas vidas.

OUTRAS NOTÍCIAS